Neurologista trata do que? Conheça essa especialidade!

Muitas pessoas ficam em dúvida na hora de saber o que exatamente faz um neurologista, quais são suas principais funções e o que ele pode ajudar a tratar.

Porém para acabar com as dúvidas, o neurologista trata do que está relacionado ao sistema nervoso, a mente e suas reações conforme cada situação.

Esse especialista é responsável por cuidar de problemas que afetam cérebro, cerebelo, medula espinhal, tronco encefálico e nervos periféricos.

O neurologista cuida do que está relacionado aos distúrbios estruturais, relacionados ao sistema nervoso central, periférico e autônomo.

Em algumas situações lida com problemas emocionais, sentimentos, ansiedade, transtornos depressivos, insônia, pois tudo isso afetam as reações e o comportamento do individuo, podendo ocasionar em sintomas neurológicos, principalmente as dores crônicas.

Doenças mais conhecidas

O neurologista trata do que poucos conhecem como distúrbios relacionados ao sono, que podem ser classificados como insônia, excesso de sono, sono não restaurador, síndrome das pernas inquietas e apneia do sono.

Talvez o mais conhecido seja a insônia, algo que faz muitas pessoas sofrerem virando de um lado para o outro na cama, sem conseguir descansar nem por um minuto.

Outras doenças tratadas por neurologistas conhecidas por muitos, como AVC ou “derrame”, tremores e doenças de Parkinson, distúrbios da memória, sendo a mais comum a doença de Alzheimer, meningite, encefalite, distrofia muscular, paralisia cerebral, retardo mental, neuropatia periférica, epilepsia, mielite, síndrome de Down e tantas outras.

A queixa mais comum no consultório do neurologista continua sendo a cefaleia (dor de cabeça), principalmente a enxaqueca.

Doenças desconhecidas

O neurologista trata do que poucos têm conhecimento ou então de doenças que são pouco divulgadas e por isso não são conhecidas por todos.

Um exemplo pode ser a Esclerose Múltipla que é uma doença desmielinizante autoimune, a Síndrome de Guillain Barré que causa diminuição da força nas pernas, podendo levar o individuo a dificuldade respiratória e óbito, a Esclerose lateral amiotrófica que causa atrofia muscular progressiva com perda dos movimentos do corpo, a Neuralgia do trigêmeo com ataques de dor intensa na face, até mesmo num simples toque, Paralisia de Bell com perda dos movimentos de um lado da face, causando um desvio da boca para lado oposto da lesão, e várias outras doenças por vezes raras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *