Quais os sintomas iniciais do Mal de Parkinson?

Os primeiros sintomas e sinais da doença de Parkinson podem ser leves, passando despercebidos e podendo variar de pessoa para pessoa. Frequentemente, os sintomas começam em um lado do corpo e permanecem piores nessa parte, mesmo depois que começam a afetar o outro lado. Confira quais são os sintomas inicias do Mal de Parkinson nessa postagem!

Tremores

O tremor típico da Doença de Parkinson é o sintoma inicial da doença em 70% dos casos. Em fases iniciais da doença, ele passa despercebido por colegas e familiares do enfermo.

Com o passar do tempo e o avanço da doença, o tremor pode afetar outros membros da pessoa. Ele é mais recorrente quando se encontra em repouso e tem uma melhora quando o membro afetado se encontra em movimento.

Rigidez 

A rigidez dos músculos também pode ser assimétrica ou estar mais presente em algum local do corpo, como braços ou pernas, dando uma sensação de estar endurecido, impedindo atividades como caminhar, se vestir, abrir os braços, subir e descer escadas, além de dificuldade para realizar outros movimentos.

Problemas para dormir

Outro sintoma que pode facilmente ser ignorado por ser tão comum a tantos outros problemas. Porém, se você sempre dormiu bem mas, repentinamente, começou a mexer-se e remexer-se na cama, mover e sacudir braços e pernas durante o sono, ou até mesmo acordar no chão por ter caído da cama, há algo anormal.

Bradicinesia

Sintoma mais incapacitante da DP, a bradicinesia é caracterizada pelos movimentos lentos e pode se apresentar em atividades simples, como abotoar uma camisa ou amarrar os sapatos. A pessoa possui dificuldade em iniciar qualquer movimento voluntário, isto é, que possui controle sobre ele.

Alterações de fala

o paciente pode falar baixo, rapidamente ou hesitar antes de falar. Seu discurso pode ser mais monótono e não ter as inflexões habituais.

Constipação

Em muitos pacientes de Parkinson, o sistema nervoso autônomo, aquele que controla diversas funções do organismo, como respiração, circulação e digestão, fica comprometido. O trato intestinal, consequentemente, se torna mais preguiçoso.

O funcionamento do intestino não precisa ser diário. O importante é seguir uma dieta equilibrada, com bastante líquido, e, assim, garantir conforto e bem-estar.

Classificado como:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *